FANDOM


Princesa Zelda
Arte da Princesa Zelda em Twilight Princess
Arte da Princesa Zelda em Twilight Princess
Primeira Aparição The Legend of Zelda (1987)
Aparece em The Legend of Zelda
The Adventure of Link
A Link to the Past
Ocarina of Time
Majora's Mask
Oracle of Ages
Oracle of Seasons
Four Swords
The Wind Waker
Four Swords Adventures
The Minish Cap
Twilight Princess
Spirit Tracks
Skyward Sword
A Link Between Worlds
Título(s) Princesa de Hyrule
Sexo Feminino
Terra Natal Hyrule
(Skyward Sword)
O Céu
Cidade Natal Castelo de Hyrule
(Skyward Sword)
Celéstia
Parentes (The Adventure of Link)
Rei de Hyrule (pai)
Príncipe de Hyrule (irmão)
(A Link to the Past)
Rei de Hyrule (pai)
(Ocarina of Time)
Rei de Hyrule (pai)
(The Wind Waker)
Spoiler: Daphnes Nohansen Hyrule (ancestral)
Spoiler: Mãe Falecida
(The Minish Cap)
Rei Daltus (pai)
Rei Gustaf (ancestral)
(Spirit Tracks)
Spoiler: Tetra (avó)
(Skyward Sword)
Gaepora (pai)
(A Link Between Worlds)
Princesa Hilda (contraparte de Lorule)
Raça Hyliana
Forma Alternativa(s) (Ocarina of Time)
Spoiler: Sheik
(The Wind Waker)
Spoiler: Tetra
(Spirit Tracks)
Spoiler: Espectro
Forma Alternativa de (Skyward Sword)
Spoiler: Hylia
Idade Aproximadamente 10-19 (varia entre jogos)
Afiliação Família Real de Hyrule
(A Link to the Past)
Spoiler: Sete Donzelas
(Ocarina of Time)
Spoiler: Sete Sábios
(Four Swords Adventures)
Spoiler: Sete Donzelas
"Eu tive um sonho... No sonho, nuvens negras surgiram sobre a terra de Hyrule... Mas, de repente, um raio de luz disparou da floresta, abriu as nuvens e iluminou a terra... A luz se transformou em uma figura segurando uma pedra verde e brilhante, seguido por uma fada... Eu sei que isto é uma profecia de que alguém viria da floresta... Sim, eu achei que você poderia ser ele... Oh, me desculpe! Eu me empolguei com a minha história e não me apresentei corretamente! Eu sou Zelda, Princesa de Hyrule."
— Princesa Zelda

Zelda, a Princesa de Hyrule, mais conhecida como simplesmente Princesa Zelda (ゼルダ姫 Zeruda-hime?, ZELDA) é o nome de vários membros do sexo feminino da Família Real de Hyrule, as quais desempenham um papel fundamental na série. Embora cada uma delas é a personagem titular da série Legend of Zelda, o protagonista real é o Link de cada época respectiva.

Atributos

Assim como existem vários Links, também existem várias Zeldas ao longo da série. Geralmente com idade similar ao Link de sua era, Zelda é frequentemente retratada como uma criança, mas foi retratada como uma adolescente ou uma jovem adulta em quatro ocasiões: em Zelda II: The Adventure of Link, The Legend of Zelda: Ocarina of Time, The Legend of Zelda: Twilight Princess e The Legend of Zelda: Skyward Sword.

Personalidade

Como a maioria das Zeldas que aparecem nos jogos são diferentes encarnações, cada uma tem personalidades um pouco diferentes. No entanto, cada Zelda é retratada como uma pessoa gentil e benevolente.

Como a detentora da Triforce da Sabedoria, ela é muito sábia para sua idadae e inteligente o suficiente para governar seu povo. Ela sempre quer fazer o que é certo para os outros e é extremamente altruísta. Embora nem sempre seja capaz de defender a si mesma ou aos outros por conta própria, ela não desiste e tenta ajudar seus aliados quando eles precisam de sua ajuda. Ela também é capaz de perdoar seus antigos inimigos, mesmo quando eles tenham a ferido de alguma maneira. Ela é, no entanto, extremamente leal para com aqueles com quem ela se importa (tal como Link) e não tolera que eles se machuquem.

Aparência Física

Zelda é retratada como uma bela jovem, geralmente com cabelos loiros. Em Twilight Princess no entanto (e portanto em Super Smash Bros. Brawl, bem como em Super Smash Bros para Nintendo 3DS / Wii U, nos quais sua aparência é baseada em Twilight Princess), ela é retratada como uma morena. Ela também tem cabelo castanho claro em The Legend of Zelda: A Link to the Past (embora ela é descrita como sendo loira nas artes do jogo), e cabelos ruivos em The Adventure of Link. Ela sempre usa joias, como brincos ornamentados, assim como um vestido real branco, rosa, lavanda, ou outra cor pálida (vermelho em The Adventure of Link), geralmente contendo o brasão da família real.

Habilidades

Associada com a Deusa Nayru e a Triforce da Sabedoria, Zelda possui percepção aguçada e bom senso, embora isso nem sempre ajude ela a evitar ser capturada. A maioria das encarnações de Zelda são adicionalmente dotadas com poderes psíquicos ou mágicos inatos, como telepatia e precognição. Apesar de sua gama de habilidades ainda não terem sido reveladas, Zelda tem demonstrado a capacidade de lançar feitiços, gerar ou anular barreiras e selos, e disparar um arco. A fonte da maioria desses poderes místicos naturais poderiam ser explicados pela presença da Força da Luz, um poder que é transmitido através da Família Real de Hyrule por gerações. Em Twilight Princess, Zelda empunha uma espada, embora não se saiba se ela realmente possui habilidades de combate. Os alter egos de Zelda também parecem ter habilidades especializadas próprias.

Aparições

Aviso de Spoiler: Detalhes sobre o enredo e/ou do final a seguir:

Zelda tem aparecido em quase todos os jogos Legend of Zelda com diferentes graus de importância. A única exceção à data tem sido The Legend of Zelda: Link's Awakening, onde é feito uma breve referência a ela, mas ela não faz uma aparição real. De acordo com o The Adventure of Link, todas as princesas em Hyrule tem sido chamadas de Zelda desde a primeira Princesa Zelda. Isto no entanto, de acordo com O Hyrule Historia, abrange apenas a Zelda no jogo original, já que as outras encarnações de Zelda são cronologicamente de antes da tragédia.

The Legend of Zelda

Arte de Zelda em The Legend of Zelda

Como escrito no Hyrule Historia, a Zelda em The Legend of Zelda é cronologicamente a quarta Zelda na Linha do Tempo do Herói Caído.

Zelda é sequestrada por Ganon, o qual a aprisiona em seu covil na Montanha da Morte. Antes de ela ser sequestrada, ela dividiu a Triforce da Sabedoria em oito fragmentos e os espalhou por toda Hyrule para escondê-los de Ganon e impedi-lo de ganhar o poder dela. Ela então enviou sua babá Impa em busca de um herói que poderia remontar a Triforce da Sabedoria e ser corajoso e poderoso o suficiente para derrotar Ganon e resgatá-la. Zelda só é vista no jogo depois de Ganon ser derrotado.

Zelda II: The Adventure of Link

Sleeping Zelda.png

Arte de Zelda dormindo no Castelo do Norte.

Como escrito no Hyrule Historia, a Zelda em The Adventure of Link é cronologicamente a terceira Zelda na Linha do Tempo do Herói Caído.

A sequência de The Legend of Zelda se baseia no clássico conto da Bela Adormecida. A Zelda neste jogo não é a mesma do primeiro jogo, mas sim uma ancestral distante. O paradeiro da Zelda do primeiro jogo é desconhecido. Há muito tempo atrás, o poder da Triforce havia pertencido a um homem só, um grande Rei de Hyrule. No entanto, antes de sua morte, ele dividiu o artefato e ocultou a parte chamada de Triforce da Coragem; o herdeiro do trono poderia herdar apenas as outras.

Antes de sua morte, o Rei havia passado um segredo para sua filha, a Princesa Zelda (é revelado em Hyrule Historia que ele deu a ela a Triforce da Sabedoria). Seja qual for o segredo, a Princesa recusou-se a revelá-lo, mesmo quando seu irmão e um de seus conselheiros, um Mago, a ameaçaram. Em sua ira, o Mago colocou uma poderosa maldição para fazer a Princesa dormir, apesar das objeções do novo Rei. Os esforços para lançar a maldição fizeram que o próprio Mago caísse morto depois de lançar o feitiço, então ele não poderia ser convencido a desfazê-lo. Devastado, o irmão de luto trancou sua irmã em uma torre do Castelo do Norte, e decretou que cada mulher nascida na família real seria daí em diante chamada Zelda, em memória da tragédia. Link, o herói do jogo, eventualmente recupera a parte perdida da Triforce e desperta esta Zelda de seu sono eterno. Ela então agradece Link, bem como o chama de "verdadeiro herói" por salvar Hyrule. As cortinas depois descem, enquanto Link e Zelda parecem se abraçar.

The Legend of Zelda: A Link to the Past

A Princesa Zelda em A Link to the Past
Artwork of Zelda from A Link to the Past

Como escrito no Hyrule Historia, a Zelda em A Link to the Past, Link's Awakening, Oracle of Seasons e Oracle of Ages é cronologicamente a primeira Zelda na Linha do Tempo do Herói Caído.

A Princesa Zelda é uma das Sete Donzelas descendentes dos sábios que selaram Ganon durante a Guerra do Aprisionamento. No início do jogo, ela é aprisionada no calabouço do Castelo de Hyrule por Agahnim, que planeja a sacrificar junto com as outras Seis Donzelas, a fim de quebrar o selo entre o Mundo da Luz e o das Trevas. Isso iria libertar o alter ego de Agahnim, Ganon, do Mundo das Trevas e permitir que ele causasse estragos em Hyrule. Zelda pede telepaticamente por ajuda, entrando em contato com Link e seu Tio em suas casas.

Link resgata Zelda e a leva para o Santuário, onde ela permanece sob a proteção do Sábio Leal. Após Link recuperar a Espada Mestra no Bosque Perdido, Zelda é sequestrado por capangas de Agahnim e enviada para o Mundo das Trevas em seu ritual final, quebrando o selo. Ela não é vista novamente até ser resgatada por Link na Rocha da Tartaruga. Salvando ela e as outras seis donzelas abre a entrada para a Torre de Ganon, a masmorra final do jogo. Zelda é vista pela última vez em conjunto com seu pai revivido nas cenas dos créditos finais. Mais tarde, foi insinuado nos jogos Oracle e A Link Between Worlds que este Zelda tornou-se íntima com Link mais tarde.

The Legend of Zelda: Link's Awakening

Atordoado após ter naufragado, Link acorda na casa de Marin e Tarin. Vendo Marin, ele inicialmente a confunde com Zelda. A princesa não é mencionado ou vista no jogo novamente.

The Legend of Zelda: Ocarina of Time

Arte da Princesa Zelda como uma jovem em Ocarina of Time

Como escrito no Hyrule Historia, a Zelda em Ocarina of Time e Majora's Mask é cronologicamente a quarta Zelda na Linha do Tempo Unificada e a primeira Zelda (através do flashback de Link) na Linha do Tempo Infantil. Ela também é tecnicamente a responsável pela divisão na linha do tempo.

Zelda é a filha do Rei de Hyrule, e eventualmente a Sétima Sábia e a detentora da Triforce da Sabedoria. Ela também é a líder dos sábios. A herdeira da família real, ela é da raça Hyliana com cabelos loiros e olhos azuis. Ela começa o jogo como uma jovem de cerca de 10-12 anos de idade, que é dotado de habilidades psíquicas. Em um sonho de importância simbólica, ela sente a traição de Ganondorf e prevê a chegada de Link antes de ambos eventos ocorrerem. Quando Link se encontra com ela pela primeira vez no pátio do Castelo de Hyrule, ela o envia em uma missão para recolher as três Pedras Espirituais e proteger a Triforce de Ganondorf. Quando Ganondorf ataca o Castelo de Hyrule, Zelda e sua babá, Impa, fogem a cavalo do castelo. A Princesa joga a Ocarina do Tempo no fosso da Cidade do Castelo de Hyrule para Link a recuperar. Quando Link toca a Ocarina, Zelda aparece diante dele em uma visão e o ensina a "Canção do Tempo", a chave final para entrar no Reino Sagrado.

Arte da Princesa Zelda como uma adulta em Ocarina of Time

Quando Link desperta de seu sono de sete anos no Reino Sagrado, ele encontra Zelda, disfarçada como um jovem com idade próxima da sua chamado Sheik, que afirma ser um sobrevivente da tribo Sheikah. Após isso, Sheik dá a Link pistas para os locais dos vários templos, e o ensina canções especiais que permitem que ele se teletransporte para pontos específicos próximos a esses templos. Após o guardião do último templo é derrotado, Zelda arrisca sua vida, revelando a sua identidade e sua posição como a Sétima Sábia. Ela informa Link que ambos são detentores de peças da Triforce e dá a ele as Flechas de Luz, mas momentos depois é capturada por Ganondorf e aprisionada em um cristal rosa em seu castelo. Após a derrota de Ganondorf, ela é liberada e ajuda Link a fugir da fortaleza em colapso. Ela então ajuda Link a derrotar Ganon, o prendendo com sua magia enquanto Link dava o golpe final. Ela e os outros sábios então selam Ganon, sem pegar o seu pedaço da Triforce. Depois de Hyrule estar a salvo, Zelda usa a Ocarina do Tempo para enviar Link de volta ao passado, permitindo a ele recuperar seus sete anos perdidos. Isto no entanto, revela-se um erro (como a maioria de suas outras ações durante o jogo), já que Link mais tarde viveu uma vida de arrependimentos e se tornou a Sombra do Herói devido as ações de Zelda. No entanto, ele ajuda (como sombra do herói) a treinar o seu descendente (o Link em Twilight Princess), como também seguiu em frente depois de aliviar seus pesares.

The Legend of Zelda: Majora's Mask

"Essa música me lembra de nós."
— Princesa Zelda

Quando Link recupera a Ocarina do Tempo do Skull Kid, ele se lembra de várias memórias sobre sua partida de Hyrule. Em um flashback, a jovem princesa Zelda de Ocarina of Time é vista dizendo adeus para Link. Ela o entrega a Ocarina do Tempo para ajudá-la em sua jornada, e ensina a "Canção do Tempo" novamente, o que se torna vital para a conclusão do jogo. Zelda não faz mais nenhuma aparição.

The Legend of Zelda: Oracle of Ages e Oracle of Seasons

A Princesa Zelda em Oracle of Ages e Oracle of Seasons
Arte da Princesa Zelda em Oracle of Ages and Oracle of Seasons

Este Zelda é declarada como sendo a mesma Zelda de A Link to the Past como escrito no Hyrule Historia. Impa diz a Link que ela foi enviada por Zelda para proteger Din, o Oráculo das Estações, e Nayru, o Oráculo das Eras, e para escoltá-las de volta para Hyrule. Zelda só irá aparecer em um Jogo Vinculado. Ela é brevemente capturado, seja pelo Grande Moblin ou por Vire, dependendo de qual jogo é jogado, mas Link a resgata. Ela então permanece em segurança com Impa por um tempo. Perto do final do jogo, ela fica aborrecida ao ver os cidadãos perturbados com os poderes do mal que permeiam a terra e fala com eles, os encorajando a não desistir da esperança. Enquanto ela está fora de seu lar, as Twinrova a sequestram como parte de um plano para reviver Ganon, na tentativa de sacrificar ela para acender a Chama do Desespero. Link a salva ao derrotar as Twinrova, as quais sacrificam seus próprios corpos no lugar de Zelda. Após Link derrotar um Ganon irracional, Zelda o beija no rosto, em gratidão.

The Legend of Zelda: Four Swords

Arte da Princesa Zelda em Four Swords

Como escrito no Hyrule Historia, a Zelda em Four Swordse é cronologicamente a terceira Zelda na Linha do Tempo Unificada.

No início do jogo, Zelda vai para o Santuário da Espada Quádrupla com seu amigo de infância, Link, para verificar o selo contendo o Mago do Vento, Vaati. No entanto, o selo havia enfraquecido, e Vaati emerge e sequestra Zelda, a fim de torná-la sua noiva. Os quatro Links eventualmente salvam Zelda e selam Vaati novamente.

The Legend of Zelda: The Wind Waker

Arte da Princesa Zelda em The Wind Waker

Como escrito no Hyrule Historia, Tetra (como Zelda) é cronologicamente a primeira Zelda na Linha do Tempo Adulta.

Perto do início de The Wind Waker, Link salva uma jovem pirata chamada Tetra após o Rei Helmaroc a derrubar na floresta nas proximidades, na Ilha Inicial. Depois que o pássaro sequestra a irmã de Link Aryll, Tetra e seus piratas levam Link para a Fortaleza Abandonada para resgatar Aryll. Durante a busca pela Pérola de Nayru, Link se encontra com Tetra na Ilha Taura, onde ele rouba as bombas do navio pirata dela. Link encontra Tetra uma última vez, na Fortaleza Abandonada, onde ela salva sua irmã. Ela então tenta salvar Link durante seu confronto com Ganondorf. Seus golpes são facilmente desviados e Ganondorf contra-ataca, agarrando Tetra pelo pescoço. Antes que ele possa fazer alguma coisa para ela, sua Triforce ressoa, o mostrando que ele finalmente havia encontrado a Princesa Zelda.

Naquele momento, os Ritos Quill e o Príncipe Komali voaram através das janelas abertas, agarraram Link e Tetra, e voaram para longe. Link então leva Tetra para a antiga Hyrule sob o Grande Mar, onde o Rei, Daphnes Hyrule Nohansen, revela que ela é a última descendente da Família Real. Ela então recebe a outra metade da Triforce da Sabedoria, revelando sua verdadeira identidade como a Princesa Zelda. Ela se esconde em Hyrule enquanto Link embarca em outra missão. Uma vez que Link tenha concluído esta missão, Zelda é sequestrado por Ganondorf, o qual a leva para sua torre. Link entra no castelo, derrota o Ganon Fantoche, e enfrenta o próprio Ganondorf em uma batalha final. Zelda ajuda Link durante a batalha, atirando Flechas de Luz em seu inimigo. Depois de derrotar Ganondorf, Link e Zelda, mais uma vez sob a forma de Tetra, voltam para o Grande Mar e embarcam em uma nova aventura juntos, em busca de uma terra para chamarem de lar.

The Legend of Zelda: Four Swords Adventures

A Princesa Zelda em Four Swords Adventures

Como escrito no Hyrule Historia, a Zelda em Four Swords Adventures é cronologicamente a terceira Zelda na Linha do Tempo Infantil.

Preocupada com o selo da Vaati, Zelda vai com seis outras donzelas místicas para verificar o Santuário da Espada Quádrupla, e Link a acompanha. No entanto, algo dá terrivelmente errado, e uma versão sombria do Link os ataca. Link é forçado a pegar a Espada Quádrupla lutar contra o Link das Sombras, e Vaati escapa. As garotas são raptadas, e os Link vão ao socorro delas. Zelda os ajuda a derrotar o Link das Sombras, e depois de Vaati ser despachado, os cinco fogem rapidamente da Torre dos Ventos que estava desmoronando. No final, os Links enfrentam Ganon, i qual estava por trás de toda a catástrofe, e Zelda os ajuda a dar o golpe final.


The Legend of Zelda: The Minish Cap

Arte da Princesa Zelda em The Minish Cap

Como escrito no Hyrule Historia, a Zelda em The Minish Cap é cronologicamente a segunda Zelda na Linha do Tempo Unificada.

A Princesa Zelda é a filha do Rei Daltus de Hyrule. Antes dos acontecimentos do jogo, ela e Link estudaram na Escola Funday.

No início da história, ela leva Link, de quem ela tem sido amiga desde que era criança, para o Festival Picori na Cidade de Hyrule. Durante a cerimônia ao final do Torneio do Festival Picori, ela é transformada em pedra pelo vencedor, Vaati. Vaati é um mago do mal em busca da lendária Força da Luz, e sabendo que Zelda tem poderes místicos, ele deseja a manter fora de seu caminho. Mais tarde, descobrindo que seu poder é na verdade a Força da Luz, Vaati invade o Castelo de Hyrule e rapta a Princesa petrificada, planejando a sacrificar e se tornar um deus. Link, após reforjar a Espada Quádrupla, ataca o castelo e enfrenta Vaati. Após derrotar o malvado mago, Link usa o poder da Espada Quádrupla para restaurar Zelda ao normal. Zelda então usa o poder do Gorro Mágico e da Força Luz para retornar Hyrule ao seu estado natural. O poder transbordante da vida fez com que o Gorro Mágico fosse destruído. Ezlo então afirma que a bondade de Zelda, bem como o poder do Gorro Minish (ou da Força Luz, na versão japonesa do jogo) criou um milagre. Com o tempo de se despedirem se aproximando, Zelda e Link veem Ezlo retornar ao Mundo Minish.

The Legend of Zelda: Twilight Princess

A Princesa Zelda em Twilight Princess

Como escrito no Hyrule Historia, a Zelda em Twilight Princess é cronologicamente a segunda Zelda na Linha do Tempo Infantil.

Zelda era a jovem matriarca de Hyrule até à invasão de Zant, o Rei do Crepúsculo, a quem ela se rendeu, a fim de impedir a morte de seu povo. Posteriormente, ela é aprisionado dentro de uma torre no Castelo de Hyrule, embora ao contrário de seu povo, ela não se tornou um espírito sob a influência do Crepúsculo (possivelmente devido à sua posse implícita da Triforce da Sabedoria). É aqui que ela conhece Link, transformado em um lobo pelo poder do Crepúsculo. Quando Link volta ao castelo, ela gasta todo o seu poder, até mesmo perdendo sua forma física, a fim de salvar Midna da morte. Ela recupera seu corpo mais tarde apenas para ser possuída por Ganondorf, mas sua influência é extraído do seu corpo por Midna com o poder das Sombras Fundidas. Ganondorf tenta novamente acabar com a vida de Zelda, mas ela é protegido pelos Espíritos da Luz de Hyrule, os quais concedem a ela as mágicas Flechas da Luz para que ela possa ajudar Link em sua batalha final. A última vez que ela é vista no jogo é quando ela e Link se despedem de Midna no Espelho do Crepúsculo. É possível, no entanto, que Link tenha ido para o Castelo de Hyrule para se encontrar com Zelda novamente como sugerido durante o final do jogo, quando Link deixa o Vilarejo Ordon e o Castelo é mostrado novamente. Este é também o único jogo onde ela aparece como uma morena, em vez de uma loira. Ao contrário dos outros jogos, a interação de Zelda com Link foi bastante limitado neste jogo.

De acordo com a carta de Zelda no TCG oficial de Twilight Princess, ela iria se tornar a rainha de Hyrule. A invasão de Zant ocorreu poucos dias antes de sua coroação, evitando assim que ocorresse. O manual do jogo não-canônico Super Smash Bros. Brawl, que usa Zelda em seu forma de Twilight Princess, se refere a ela como a Rainha de Hyrule — o que implica que uma vez que Link desfez o Crepúsculo, a coroação ocorreu como planejado.

The Legend of Zelda: Phantom Hourglass

Phantom Hourglass Prologue (Part 4).png

Zelda no prólogo de Phantom Hourglass.

Embora a Princesa Zelda não faça uma aparição física no jogo, ela é vista como Tetra com seu nome e aparência original. Zelda também é mostrada com sua aparência clássica de princesa no prólogo. Em alguns pontos no jogo, os piratas chamam Tetra de "Princesa Zelda", o que a aborrece muito.

The Legend of Zelda: Spirit Tracks

Arte da Princesa Zelda em Spirit Tracks

Como escrito no Hyrule Historia, a Zelda em Spirit Tracks é cronologicamente a segunda Zelda na Linha do Tempo Adulta.

Como revelado na história do jogo, Tetra e Link fundaram Nova Hyrule e fizeram amizade com a guardiã Lokomo da Torre dos Espíritos, Anjean. A Zelda de Spirit Tracks, a princesa de Nova Hyrule, é a neta da Tetra. O jogo marca a primeira vez que uma Zelda foi jogável em um jogo Zelda canônico.

Quando concedia a Link o título de Engenheiro Real durante sua Cerimônia de Graduação, Zelda o entrega em segredo uma nota, advertindo-o do suspeito Chanceler Cole e instruindo Link a tomar um caminho escondido e se encontrar com ela em segredo. Zelda pede que Link a ajude a investigar o mistério do desaparecimento dos Trilhos Espirituais, o que implica que Link deve ajudá-la a escapar do castelo. Ela então presenteia Link com uma muda de roupa, o Uniforme de Recruta, o o qual ajudará Link a se misturar com os guardas vestidos de maneira semelhante enquanto eles escapam do castelo. Ao sair do castelo, Link e Zelda contam com a ajuda de Alfonzo, o Engenheiro Mestre e mentor de Link, para levá-los até a Torre dos Espíritos. No entanto, os trilhos começam a desaparecer debaixo do trem deles antes de eles testemunharem os níveis da torre sendo separados e então eles são parados pelo Chanceler Cole e Byrne. Byrne facilmente derrota Link e Alfonzo, enquanto Cole usa sua magia para forçar o espírito de Zelda a sair de seu corpo.

Arte de Zelda possuindo um Espectro

Com apenas Link sendo capaz de vê-la, Zelda o ajuda a obter uma espada antes que os dois possam fazer o seu caminho até a Torre dos Espíritos, onde Anjean diz a eles que o corpo de Zelda contém um poder sagrado e que Cole o pegou para o usar como um receptáculo para o Rei Demônio Malladus. Ao saber que ela pode habitar Espectros para ajudar Link, Zelda o ajuda a restaurar os trilhos e a Torre dos Espíritos à sua antiga glória para manter Malladus aprisionado. No entanto, Cole consegue libertar seu mestre o colocando no corpo de Zelda. Usando um Espectro, Zelda ajuda Link a derrotar Cole e a forçar Malladus para fora de seu corpo. Com Byrne aprisionando Malladus, Zelda consegue voltar ao seu corpo e ajuda Link a destruir o Rei Dêmonio quando ele entra no corpo de Cole. Logo depois, Zelda se junta a Link para dar adeus aos Lokomos.

The Legend of Zelda: Skyward Sword

Arte de Zelda em Skyward Sword

Como escrito no Hyrule Historia, a Zelda em Skyward Sword é cronologicamente a primeira Zelda na Linha do Tempo Unificada.

Ao contrário de suas contrapartes anteriores, Zelda não ostenta o título de princesa. Ela reside em Celéstia, onde ela frequenta o mesmo internato que Link e monta um Loftwing azul. Uma amiga de infância de Link e o objeto de afeto do rival de Link, Groose, Zelda foi confirmado como sendo o interesse amoroso de Link durante todo o jogo, sendo que ela se mostra muito alegre ao estar perto dele e bastante nervosa quando está a sós com ele, como quando ela timidamente o pediu para voar pelos céus juntos, como um encontro. Link também corresponde esses sentimentos. Por volta do início do jogo, ela é jogada para fora de seu Loftwing por um tornado causado por Ghirahim. Antes de ela ser capturado, no entanto, ela é pega por Impa e levada em uma jornada para ser purificada nas fontes do Templo da Contemplação e do Templo da Terra. Zelda é finalmente levada ao Templo do Tempo, onde ela consegue dar a Harpa da Deusa para Link antes de ela e Impa entrarem em um Portal do Tempo para fugir de Ghirahim.

Somente depois que Link encontra um segundo Portal do Tempo que é revelado que Zelda é a reencarnação de Hylia. Ela também confessa ter manipulado os sentimentos de Link por ela (como Hylia) para que ele pudesse cumprir o seu destino, um ato do qual ela se arrepende muito. A fim de manter Demise selado, Zelda se aprisiona em um cristal e cai em um estado de sono, pedindo a Link para acordá-la quando sua missão estiver completa.

Após Link desejar a destruição de Demise com a Triforce, Zelda desperta de seu sono, apesar de seu reencontro com Link, Groose, e a Anciã é interrompido quando Ghirahim a sequestra. Ele leva Zelda através do Portal do Tempo restante para ressuscitar Demise no passado, realizando um ritual em Zelda que permitirá que o Aprisionado possa devorar a força vital dela. Embora a força vital de Zelda seja tomada por Demise, Link consegue derrotar o demônio e devolver a alma de Zelda para o seu corpo. Logo depois, Zelda fica triste ao saber que Impa pretende permanecer no passado para proteger a Espada Mestra, descobrindo que Impa havia envelhecido protegendo as Terras Seladas em sua linha do tempo, tendo se tornado a Anciã. Logo depois, Zelda decide viver na superfície, perguntando a Link o que ele vai fazer. Com base na sua reação com um sorriso, e como ambos os seus Loftwings voaram para longes sozinhos, fica implícito que Link decidiu viver na superfície com Zelda.

The Legend of Zelda: A Link Between Worlds

Arte da Princesa Zelda em A Link Between Worlds

Como escrito no Hyrule Historia, a Zelda em A Link Between Worlds é cronologicamente a segunda Zelda na Linha do Tempo do Herói Caído.

Zelda é a princesa de Hyrule. No sonho de Link, ele vê a Princesa Zelda sendo levada por uma criatura em forma de porco. Mais tarde, Zelda reúne-se com Link e ela fica chocada ao ouvir as notícias sobre os últimos acontecimentos. Ela teme que o mal do passado tenha despertado novamente e envia Link até o Vilarejo Kakariko para ver Sahasrahla. Antes de sair ela o entrega um amuleto especial. Yuga mais tarde transforma Zelda em uma pintura e a leva para Lorule. Ele então usa a pintura dela e as dos Sete Sábios para reviver Ganon. Após Link resgatar todos os sábios, Zelda dá a Link as Flechas de Luz necessárias para derrotar Yuga, agora fundido com Ganon. Após a luta, Zelda diz a Princesa Hilda que ela desejava que não precisasse ser dessa maneira. Ela e Link então usam a Triforce de Hyrule para restaurar a Triforce de Lorule.

Aviso de Spoiler: Os spoilers acabam aqui.

Aparições Não Canônicas

Aviso de Informação Não Canônica: Esse artigo ou seção contém informações não canônicas que não são consideradas como parte oficial da série Legend of Zelda e não devem ser consideradas parte da história geral.

Embora a informação só é considerada Cânone se vier de jogos ou manuais (quando havendo conflito, os jogos em si são a fonte aceita) ou, ocasionalmente, outros materiais da Nintendo, há uma série de outras história de Zelda oficialmente licenciadas pela Nintendo. Muitos destas exploram o relacionamento com Link com maior profundidade do que nos jogos.

The Legend of Zelda: Mystical Seed of Courage

A Princesa Zelda iria aparecer no jogo Mystical Seed of Courage, o qual acabou sendo cancelado. No jogo, ela seria a responsável por gerenciar as quatro estações do Hyrule, em um papel semelhante ao de Din em Oracle of Seasons. Ela iria ser sequestrado por Ganon, o que, juntamente com o desaparecimento do Cetro das Estações, faria com que as estações de Hyrule ficassem fora de controle.

Jogos CD-i

Zelda apareceu em três jogos feitos por third-parties para o sistema Phillips CD-i. Em Link: The Faces of Evil, ela foi sequestrada por Ganon e teve de ser resgatada. Em Zelda: The Wand of Gamelon e Zelda's Adventure, a Princesa Zelda foi a protagonista principal, já que o enredo em ambos os jogos envolvem o sequestro de Link. Esses jogos são geralmente criticados por fãs, embora eles são dignos de atenção, já que foi a primeira vez que Zelda foi uma personagem jogável em qualquer jogo da série.

Game & Watch: Zelda

De acordo com o manual, a Princesa Zelda é o "amor" de Link que é sequestrada e aprisionada por Oito Dragões. Link precisa reunir oito peças da Triforce e matar todos os oito dragões, a fim de libertá-la.

Devido às limitações do ecrã LCD, não há nenhuma cena final. Quando o oitavo dragão é derrotado, a Princesa Zelda sai de sua prisão e vai até Link (assim como ela faz em The Adventure of Link) como se fosse o abraçar, mas a animação termina pouco antes de eles se encontrarem, deixando o resultado final para a imaginação do jogador.

Super Smash Bros. Melee

Princess Zelda (Super Smash Bros. Melee).png

Zelda aparece como um personagem jogável em Super Smash Bros. Melee (a sequência de 2001 de Super Smash Bros), em sua encarnação adulta de Ocarina of Time. Ela estreou como Sheik, e mais tarde foi revelada que esta era uma das duas formas da personagem. Zelda é uma das mais personagens mais diversificadas em todo o jogo, já que ela é na verdade dois personagens em um, cada um com seus próprios movimentos, ataques e estilo de luta únicos. A qualquer momento durante o jogo, ela pode mudar de forma a tirar vantagem de toda as suas habilidades. Esta mecânica de jogo original torna ela uma das personagens mais esperadas durante a campanha publicitária de pré-lançamento do jogo.

Inicialmente, o jogador assume o controle como Zelda, embora seja possível iniciar uma rodada como Sheik, mantendo pressionado o botão A após a seleção de um estágio até a rodada começar. Zelda é um pouco lenta, mas é bastante graciosa e ágil, e seus ataques especiais, se eles se conectarem, são extremamente poderosos. Seus movimentos aéreos e habilidades de esquiva, bem como a alta prioridade de seus ataques e os impactos fortes, fazem dela uma personagem ideal para um ataque defensivo. Ela foi construída especialmente para ser uma personagem de ataque defensivo, mas seus movimentos a deixam muito aberta, se cronometrado incorretamente, e se for atacado, sua graciosidade pode se virar contra ela. Ela possui uma baixa resistência e é facilmente arremessada.

Os especiais de Zelda também se baseiam nesse estilo defensivo de jogar. O Fogo do Din é um ataque de longa distância que permite que o jogador controle uma chama, que explode ao ser liberada. O Amor de Nayru é um escudo de cristal que reflete projéteis e causa danos aos inimigos próximos e os empurra para longe. O Vento de Farore é o terceiro salto de Zelda, um movimento de teletransporte que pode ser dirigido e tem um enorme alcance, mas a deixa um pouco vulnerável. Se Zelda invoca o teletransporte ao tocar fisicamente um personagem inimigo, o personagem irá tomar dano, mas isso é muito difícil de se fazer na prática. Os fãs podem se lembrar que seus três ataques mágicos são os mesmos que Link adquire em Ocarina of Time, embora com aplicações bastante diferentes. Em vez de um quarto ataque, seu comando final é a transformação em Sheik.

Como Sheik, a personagem é completamente diferente. Sheik não só é extremamente rápida, mas também fácil de controlar, fazendo dela uma personagem muito popular tanto nos círculos casuais, como nos torneios. Seus ataques de perto são, possivelmente, os mais rápidos e mais fáceis de se encadear do que qualquer outro personagem, com seu treinamento em artes marciais permitindo ataques ninjas fluidos e rápidos. Sheik está no seu melhor quando se usa a sua velocidade e ataques de impulsos para uma ofensiva evasiva no estilo "acerte e corra". Seu ataque de arremessar agulha é extremamente flexível e pode ser usado para iniciar combos ou manter os inimigos à distância. Seu chicote, embora situacional, é uma excelente maneira de sabotar a estratégia do adversário, interrompendo seus movimentos. Seu movimento Deku Nut de se ocultar é mais curto do que o Vento de Farore, mas deixa Sheik muito menos aberto para ataques, e é mais fácil de usar como um ataque também.

O manual de instruções e troféus no jogo se referem a Sheik como uma mulher; também é interessante notar que as poses de Sheik e a forma de seu corpo em Super Smash Bros. Melee são consideravelmente mais femininos do que os de Ocarina of Time. Em Super Smash Bros. Melee, Zelda e Sheik são dublados por Jun Mizusawa.

Super Smash Bros. Brawl

Princess Zelda (Super Smash Bros. Brawl).png

A Princesa Zelda em Brawl.

Embora o design de Zelda é agora baseado em sua aparência em Twilight Princess, ela mantém a sua transformação em Sheik. Como Sheik, o diretor do jogo Masahiro Sakurai afirma que seu design de personagem atualizado é baseado em um design projeto feito nas fase de esboço inicial de Twilight Princess. Esta versão do Sheik agora carrega uma pequena lâmina na cintura e uma longa trança nas costas, amarrada em um estilo semelhante à sua forma de Princesa Zelda. Curiosamente, o cabelo loiro permanece em Sheik, enquanto a Princesa Zelda possui o cabelo castanho claro de Twilight Princess. Como a Nintendo estabeleceu através do troféu de Sheik em Super Smash Bros. Melee que o disfarce de Sheik foi uma mudança de traje mágica, a magia poderia provavelmente explicar a cor do cabelo também.

As alterações nos movimento de Zelda neste jogo foram principalmente questões de balanceamento. Essencialmente, Zelda foi fortalecida, com vários de seus movimentos tornando-se mais poderosos e fáceis de se executar. Isto pode ser visto no Fogo de Din, que é substancialmente mais poderoso do que em Super Smash Bros. Melee, e em vários dos Ataques Smash de Zelda, que literalmente "param o tempo" por um momento antes de enviar o oponente voando para fora da tela. Ela mantém o seu incrivelmente poderoso "Lightning Kick" de Super Smash Bros. Melee. Os ataques de Sheik, enquanto isso, foram deixados mais fracos, embora mas mais rápidos.

Final Smash (Princess Zelda).png

Zelda usando o seu Final Smash, a Flecha de Luz

Zelda e Sheik possuem o mesmo Final Smash: a Flecha de Luz. A Flecha de Luz é um poderoso ataque que inflige grandes danos em uma linha reta proveniente de Zelda ou Sheik. Quando Zelda usa o ataque, ele envia qualquer um que ela acerte muito mais alto do que a versão de Sheik.

Supostamente, a equipe de desenvolvimento do Super Smash Bros. Brawl iria originalmente criar um personagem Toon Zelda/Toon Sheik também, mas a ideia foi abandonada.

No modo história do jogo, "The Subspace Emissary", Zelda está assistindo uma disputa entre Mario e Kirby ao lado da Princesa Peach. Quando o barco de batalha voador Alabarda aparece sobre o estádio, as duas princesas se juntam a Mario e Kirby na luta contra os inimigos que surgem dele. Após a luta, Mario é soprado para fora do estádio, e Zelda e Peach são capturadas por Petey Piranha, um dos inimigos do Mario. Kirby luta com Petey para resgatar as princesas, mas só pode salvar uma deles (o jogador pode escolher qual delas). A outra princesa é transformada em um troféu por Wario, e Kirby escapa com a princesa resgatada, enquanto o estádio inteiro é puxado para o Subspace por uma Subspace Bomb.

As princesa resgatada viaja ao lado de Kirby até que ela é atacada e transformada u em um troféu por Bowser, que usa um enxame de Insetos Sombras para criar um clone da princesa. Se a princesa for Zelda, o clone tentará atacar Link e Yoshi, mas é interceptado e destruído por Mario e Pit, o herói de Kid Icarus. Link se dá conta batalha justo a tempo de ver o que parecia ser o troféu de Zelda se dissolvendo, e ataca Mario e Pit em um acesso de raiva.

Zelda e Peach são levadas para o Alabarda, mas são resgatadas quando Solid Snake, o protagonista de Metal Gear, se infiltra no barco e derrota outro par de clones. Snake insiste que as princesas fiquem onde elas são, mas Peach e Zelda (que veste seu disfarce de Sheik pela primeira vez no jogo, mas pode se transformar de volta para Zelda durante o nível) em vez disso fazem o seu caminho para o convés superior do barco, o qual estava sob o ataque de Fox McCloud, o protagonista de Star Fox. Quando Peach fica presa no fogo cruzado, Sheik se teletransporta no ar e ataca diretamente o Arwing de Fox, obrigando-o a ejetar. Peach os para antes que eles possam lutar. Quando Snake e o Pokémon Lucario se juntam a eles, um grupo de Mr. Game & Watch são ejetados à força por Meta-Knight, o qual havia se infiltrado na Alabarda com Lucario para tomar o seu barco de volta. Os Mr. Game & Watch fundem-se no chefe Duon, o qual é derrotado pelos heróis. Duon se transforma em um único Mr. Game & Watch, que faz amizade com Peach. Os vários heróis posteriormente se unem para lançar um ataque contra o Subspace Realm, de onde todos os ataques se originaram.

Zelda é retratada em quatro adesivos. Dois deles são intitulados "Young Zelda", enquanto os outros dois são simplesmente intitulados "Zelda". Os primeiros dois retratam artes de Zelda como uma criança de Ocarina of Time e The Minish Cap, e fornecem um bônus de +20 a ataques elétricos e um bônus de +16 a resistência a golpes, respectivamente. Este último só pode ser usado por Link, Toon Link, Zelda, e Ganondorf. Os dois adesivos intitulados "Zelda" retratam artes de Zelda de A Link to the Past e de sua forma adulta de Ocarina of Time. O primeiro garante um bônus de +27 a ataques mágicos e, como todos os outros adesivos que concedem bônus para ataques mágicos, só pode ser usado por Zelda e Peach. O segundo concede um bônus de +18 a resistência contra chamas e só pode ser usado por Link, Toon Link, Zelda, e Ganondorf.

Super Smash Bros. para Nintendo 3DS / Wii U

Zelda (SSB 3DS & Wii U).png

A Princesa Zelda retorna como um personagem jogável no quarto jogo da série Super Smash Bros. A aparência de Zelda é novamente baseada em seu design de Twilight Princess. Ela já não pode se transformar em Sheik, já que ela é um personagem separado agora. Seu move set e Final Smash é em grande parte o mesmo que em Brawl. No entanto sua habilidade de ser transformar é substituída pelo Phantom Slash, onde ela convoca um Cavaleiro Fantasma de The Legend of Zelda: Spirit Tracks para bloquear os ataques inimigos e projéteis.

Hyrule Warriors

Hyrule Warriors - Zelda Artwork.png

A Princesa Zelda aparece no spinoff Hyrule Warriors como uma personagem jogável. Ela empunha sua Rapieira, e também pode usar o Arco da Luz e a Batuta dos Ventos. Suas aparências de Ocarina of Time, Twilight Princess e Skyward Sword são roupas alternativas disponíveis através de conteúdo para download. Outro conteúdo para download dá a ela novas cores para sua aparência padrão para assemelhar-se a Hilda de A Link Between Worlds e uma arte da sua encarnação deA Link to the Past para desbloquear, um traje que a deixa parecida com Ilia e o Cetro do Domínio são adicionados para ela usar.

A história começa com Zelda despertando de um pesadelo recorrente, o qual ela e Impa acreditam ser um sinal de tempos difíceis que se aproximam. Ao visitar o quartel de treinamento do Castelo de Hyrule, ela vê um recruta particularmente talentoso que parece ser diferente dos outros - no entanto, sua atenção é rapidamente dirigida para um enorme exército de monstros que se aproximam do castelo. Zelda pessoalmente lidera a defesa de seu castelo, logo acompanhada por Impa e Link, o recruta de mais cedo que acabara de ser revelado como a reencarnação do herói lendário, tendo posse da Triforce da Coragem. Com a batalha aparentemente sob controle, Zelda retorna ao Castelo de Hyrule para coordenar suas forças, mas acaba sendo emboscada por Wizzro, enquanto seu exército estava distraído como Rei Dodongo.

No entanto, Zelda consegue escapar de Wizzro, disfarçando-se como Sheik e se juntado ao seu exército. Ela eventualmente se revela para os seus aliados depois de derrotar Wizzro (o qual havia se disfarçado como Zelda) no Templo da Água de uma Hyrule de dimensão alternativa, retornando a liderança das forças Hyrulean contra Cia - e mais tarde contra Ganondorf.

Série Animada The Legend of Zelda

"Me descuuuuuuuulpe, princesa!"
Link
Zelda (Animated Series).jpg

A Princesa Zelda na Série Animada The Legend of Zelda

Uma série animada baseada em Legend of Zelda foi ao ar nas sextas-feiras de 1989 a 1990 como parte do The Super Mario Bros. Super Show da DiC. A série seguia vagamente os jogos Zelda de NES, misturando cenários e personagens deles com criações originais. Zelda é retratada como uma princesa guerreira que usa u, traje mais confortável e prático ao contrário de suas aparições nos jogos. Além de governar o reino por meio período para seu pai, o Rei Harkinian, ela muitas vezes acompanha Link em suas aventuras e é muito habilidosa com arco e flecha.

A série retrata um relacionamento romântico evidente entre os dois protagonistas. Link está sempre pedindo a Zelda por um beijo; no entanto, mesmo quando ela concorda em ceder a ele, nunca ocorre. Eles são interrompidos por monstros, por Spryte, ou qualquer outra circunstância infeliz. É revelado em um episódio que Zelda ama Link, e não há dúvidas do relacionamento romântico deles nesta série. Treze desses desenhos foram produzidos antes do cancelamento de The Super Mario Bros. Super Show. A Princesa Zelda foi dublado por Cynthia Preston no desenho animado.

Zelda (Captain N The Game Master).jpg

Princess Zelda em Capitão N: O Mestre dos Jogos

Uma versão ligeiramente modificada desta Princesa Zelda aparece em vários episódios de Capitão N: O Mestre dos Jogos.

Quadrinhos The Legend of Zelda

Contando com personagens e cenários da série de TV, este quadrinho possui somente quatro questões. Embora os sentimentos de Zelda por Link estão bem claros, há um outro elemento em jogo aqui: seu dever para com a Triforce, que deve vir antes de suas próprias necessidades e desejos. Quando Link é corrompido pela Triforce do Poder em uma história, esta Zelda possui brevemente sua Triforce da Coragem, a qual não irá residir com aquele que usa Poder sem Sabedoria.

Mangá The Legend of Zelda

Histórias de vários jogos Zelda foram adaptadas em mangá no Japão. Estas publicações oficiais expandir partes de seus respectivos jogos 'backstories. Na Primavera de 2008, estes mangás foram relançados em Inglês nos Estados Unidos.

Aviso de Informação Não Canônica: As informações não canônicas terminam aqui.

Alter egos

Sheik

Artigo Principal: Sheik
A Princesa Zelda como Sheik

Sheik é o alter ego Sheikah da Princesa Zelda em Ocarina of Time. Vestindo uma possível armadura azul com o olho vermelho Sheikah no centro, e com a voz abafada e o rosto escondido, o personagem é essencialmente irreconhecível e parece relativamente masculino. É possível que Zelda utilize suas habilidades mágicas para alterar sua aparência. Sheik toca uma lira e ensina Link novas canções para ajudá-lo em sua missão. Quando Link chega no Templo do Tempo perto do fim do jogo, Sheik se transforma de volta na Princesa Zelda.

Embora pretendia-se que Sheik se parecesse masculino, não está claro se a Princesa Zelda se transformou fisicamente em um homem ou simplesmente se vestiu parecido como um. Quando Link encontra a Princesa Ruto no Templo da Água, Ruto explica: "Um jovem chamado Sheik me resgatou sob o gelo". Mais tarde, quando Link obtém o Medalhão da Água, Ruto pergunta: "Se você ver Sheik, por favor, dê a ele os meus agradecimentos". Além disso, uma Pedra da Fofoca nos Terrenos do Castelo de Hyrule diz: "Eles dizem que, ao contrário de sua imagem elegante, a Princesa Zelda do Castelo de Hyrule é, na verdade, um moleque!"

Sheik é um personagem jogável em Super Smash Bros. Melee e Super Smash Bros. Brawl como a transformação de Zelda. Em Super Smash Bros para o Nintendo 3DS e Wii U Sheik é uma personagem própria, separada de Zelda.

No não-canônico magá de Ocarina of Time, o autor Akira Himekawa retrata Zelda solicitando que sua verdadeira identidade seja selada. Impa então transforma Zelda em um homem, acrescentando alguma controvérsia quanto à natureza exata da transformação Sheik de Zelda.

Independentemente da discussão, a Nintendo deu a sua resposta em uma entrevista para a Polygon publicada em 5 de Agosto de 2014. A citação do artigo: "A posição oficial da Nintendo, citada pelo gerente sênior de marketing de produtos Bill Trinen da Nintendo, é esta: 'A resposta definitiva é que Sheik é uma mulher - é simplesmente Zelda em uma roupa diferente.'"

Tetra

Artigo Principal: Tetra
Arte de Tetra em The Wind Waker

Tetra é o alter ego de Zelda em The Wind Waker, uma talentosa marinheira e capitã pirata. Órfão desde pequena, ela adquiriu um respeito sem igual de sua tripulação de piratas, devido a sua liderança e sua força durante dificuldades. Tetra pode ser impaciente, travessa, e rude às vezes, mas possui um grande coração debaixo de sua aparência rude.

Tetra é habilidosa com uma catapulta (ou assim ela diz a Link), e é razoável supor que ela sabe como usar as bombas que a sua tripulação de piratas roubou em certo ponto. Como um membro da Família Real, ela pode usar o Amuleto do Pirata para se comunicar com seu portador e vigiar suas ações dentro de um determinado alcance. Curiosamente, ela é muito mais bronzeada como Tetra do que quando ela assume sua forma de Princesa Zelda. No final de The Wind Waker, ela retoma sua identidade como Tetra e zarpa com Link em busca da terra que se tornará a Nova Hyrule. Isto conduz para os eventos de Phantom Hourglass e Spirit Tracks.

Aviso de Spoiler: Os spoilers acabam aqui.

Relacionamentos

Aliados

Como apontado por outros, Zelda tem muitos apelos que atrai os outros. Embora nem sempre tenha uma relação estável desde o início, ela ganhou muitos bons amigos e aliados. Alguns de seus amigos a respeitam profundamente como a Princesa de Hyrule e não duvidam de seu julgamento. Sua bondade é o suficiente para até mesmo transformar alguns de seus inimigos em aliados.

Link

Aviso de Teoria: Essa seção contém informações teóricas com base na pesquisa de um ou vários outros usuários. Elas não foram oficialmente confirmadas pela Nintendo e sua precisão é contestada.

Ending (The Adventure of Link).png

Zelda, supostamente dando a Link um beijo, retratado durante a cena final de The Adventure of Link

A relação que Zelda possui com Link pode ser a relação mais próxima que ela tem. Uma teoria popular entre os fãs é a de um relacionamento romântico entre alguns dos personagens Zelda e Link na série Zelda. Embora nunca tenha sido confirmado explicitamente em um título de vídeo game, esta teoria é baseada em dicas dadas nos jogos, entrevistas com os criadores de jogos e conteúdos da série de animação, quadrinhos e mangás (embora os três últimos são geralmente considerados não-canônicos) .

Uma pista de um romance entre Zelda e Link é dada no final de The Adventure of Link, quando a Princesa aparentemente beija Link enquanto a cortina desce.

Algumas cutscenes em Ocarina of Time que apresentam os dois juntos têm sido interpretadas como sinais de uma atração. Enquanto Link e Zelda estão fugindo do Castelo de Ganon, Zelda irá se mostrar especialmente preocupada com Link por gritar sempre que ele se machuca. Além disso, na cena final do jogo, Zelda e Link estão flutuando no céu juntos, compartilhando um momento sentimental (se não necessariamente romântico) onde Zelda se desculpa por envolver Link nos eventos do jogo e parece estar triste com a situação. Ela também afirmou que ela não vai esquecer o tempo que ela passou com ele na Linha do Tempo Infantil, como mostrado em Majora's Mask através das memórias de Link.

Além disso, se os jogos Oracle forem jogados como sequências um para o outro, a sequência final definitiva mostra Zelda beijando Link na bochecha. Link desmaia enquanto corações flutuam acima das cabeças dos dois, e Zelda desvia o olhar, envergonhada. Em The Wind Waker, quando Zelda é convidada a permanecer escondida no Castelo de Hyrule enquanto Link restaura o poder da Espada Mestra, ela acena para Link, pedindo a ele para ter cuidado.

Spirit Tracks apresenta vários momentos que podem ser interpretadas de maneira romântica. No início do jogo, durante a Cerimônia de Graduação, Zelda entra na sala em frente de Link, o qual está curvando-se respeitosamente. Link então olha para cima e suspira, ficando corado por estar admirado com ela. Ele é então repreendido pelo Chanceler Cole por ter levantado sua cabeça sem permissão. Mais tarde, quando o espírito de Zelda é separado de seu corpo após o primeiro encontro com o Chanceler Cole e Byrne, Link é a única pessoa que pode vê-la além dos Lokomos, demonstrando uma ligação clara e forte entre ele e a Princesa. Após Zelda e Link derrotarem Byrne na Torre dos Espíritos, Byrne, incrédulo, comenta que ele foi derrotado por dois seres humanos. Zelda, enquanto ainda possuía um espectro, diz que quando ela e Link combinam suas forças, ninguém pode derrotá-los. Link se virá para ela, surpreso. O fundo fica branco e a Canção de Ninar de Zelda toca enquanto ambos riem e tocam suas mão, olhando um para o outro o tempo todo. Perto do final do jogo, antes da batalha final contra Malladus, Zelda é reunida com seu corpo, e não é mais capaz de levitar. Link corre para baixo dela para a pegar enquanto ela cai, e ela acaba caindo em cima dele e derrubando ambos no chão, como também nocauteando Link por alguns segundos. Ao acordar, Zelda, feliz de ter seu corpo de volta, abraça Link, fazendo ele corar. No final, após Malladus ser derrotado, Zelda e Link observaram os espíritos de Anjean e Byrne ascenderem ao céu. A câmera então abaixa para mostrar Zelda e Link de mãos dadas enquanto a Canção de Ninar de Zelda toca ao fundo. Após os créditos, uma pequena cena mostra Zelda olhando para uma foto de Link no Trem Espiritual com seu espírito voando ao lado dele, a qual ela mantém em sua mesa. Ela também pode acenar para Link dependendo da sua resposta a uma pergunta que Zelda fez a ele anteriormente.

Skyward Sword tem vários momentos românticos entre Link e Zelda. No início do jogo, Zelda deseja que Link seja o primeiro a ver a sua roupa para a Cerimônia Celeste. Ela se preocupa com ele e não quer que ele falhe em se tornar um cavaleiro. Quando o Loftwing Vermelho de Link é escondido por Groose, Zelda ajuda Link na busca de seu Loftwing. Após Link vencer a Cerimônia Celeste, Zelda salta da borda e Link a pega, quase como se ela estivesse esperando que ele fizesse isso. Ela então o parabeniza por ter ganhado. Mais tarde, Zelda menciona que ela está muito feliz por estar no topo da Estátua da Deusa com ele. Ela também fica extremamente próxima dele e quase implica que os dois irão se beijar, antes que dela o empurrar para fora da estátua. Depois, timidamente Zelda pede a Link para sair voando, o que eles fazem. Ela então diz a Link o quão incrível o dia foi, e que ela iria se lembrar dele para sempre. No Templo de Hylia, quando Zelda afirma que ela deve selar a si mesma para manter Demise aprisionado, ela derrama lágrimas de tristeza e afirma que antes de tudo isso, ela estava feliz só de estar em Celéstia com Link, demonstrando um profundos sentimentos por Link. Link desesperadamente tenta impedi-la e quando ela é selada, Link abaixa a cabeça em tristeza, mostrando seus profundos sentimentos por ela. Mais tarde no jogo, quando Link libera Zelda de seu estado selado, Link corre e a pega quando ela está caindo e ambos se abraçam e saem sorrindo um para o outro, de mãos dadas, antes de Ghirahim arruinar o momento. Durante o final, Zelda pergunta a Link o que ele irá fazer agora. Link sorri docemente para ela, enquanto os Loftwings deles voam para o céu, o que implica que ele escolheu ficar na Superfície para viver com Zelda.

A Link Between Worlds possui algumas fofocas ditas a Link pelo Cara dos Rumores. Ele diz a Link que uma das funcionárias do Castelo viu Zelda escapando toda noite. Quando ela a seguiu, ela viu Zelda olhando para a pintura no Castelo de Hyrule que retratava o Link e Zelda de A Link to the Past abraçados, o que implica que eles se tornaram mais íntimos um com o outro. Isto também sugere que Zelda em A Link Between Worlds deseja ter uma relação semelhante com o Link do seu tempo.

Link and Zelda (Ocarina of Time).png

Arte de Link e Zelda em Ocarina of Time

Os criadores do jogo também parecem ser fãs da ideia de um romance entre os personagens.[1]

Embora nunca diretamente declarado no jogo, Shigeru Miyamoto revelou em uma entrevista conduzida pela Famimaga 64 que Navi tem ciúme da Princesa Zelda e tem sentimentos por Link [2]

Outra teoria menos popular entre os fãs é que Link e Zelda estão relacionados por laços sanguíneos, quer como irmãos ou parentes mais distante. Apesar destes rumores terem começado com a infame frase "Salve a Princesa... Zelda é sua... ... ..." de A Link to the Past (mais tarde reportado como um erro de tradução), a teoria geralmente gira em torno de Link e Zelda de Ocarina of Time .

Uma possível indicação de uma relação sanguínea entre os dois em Ocarina of Time é a sua semelhança física: ambos têm cabelos loiros, olhos azuis, e características faciais semelhantes. Eles também têm cabeças em formato semelhante. No entanto, as limitações gráficas poderiam ser responsáveis por algumas dessa semelhanças. Certos diálogos também podem ser entendidos como sugerindo uma relação sanguínea: O fantasma Sharp comenta que Link o lembra de Zelda, e que Link "pode ​​ter alguma ligação com a Família Real".[3] A conexão de Link com a Família Real é destacada durante todo o jogo, com Link muitas vezes tocando a Canção de Ninar da Zelda para assegurar isso. O fato de que Impa concorda em ensinar um menino estranho uma canção que apenas os membros da Família Real são permitidos saber também poderia ser interpretado como um indício da relação sanguínea de Link com a Família Real de Hyrule.[4]

Além disso, Zelda parece reconhecer o nome de Link na primeira vez que eles se encontram.[5] Isto poderia ser atribuída a suas habilidades proféticas, embora o garoto nos sonhos dela parecia ser uma grande figura abstrata, sem traços definidos além da presença de uma Fada guardiã e uma Pedra Espiritual. Este diálogo tem sido muitas vezes considerado como um sinal de que os dois se encontraram antes, embora isso só poderia ter ocorrido quando o Link era um bebê por conta da história que o Broto da Árvore Deku contou sobre a vinda de Link para a Floresta Kokiri. Também é importante notar que, enquanto o Rei de Hyrule é claramente identificado como o pai de Zelda, nenhuma menção é feita de uma rainha. Enquanto isso, é afirmado que a mãe de Link morreu pouco depois de alcançar a floresta, mas nenhuma informação é dada acerca de seu pai. Diante desses fatos, é possível que Zelda e Link compartilhem os mesmos pais, tornando-os irmãos.

Aviso de Teoria: As teorias terminam aqui.

Impa

Artigo Principal: Impa

Em vários jogos, Zelda tem uma ama chamada Impa, uma serva fiel, que é em grande parte responsável por criar ela e cultivar suas habilidades. Em The Legend of Zelda, Impa é sua serva mais confiável, a quem ela confia a tarefa de encontrar um herói para derrotar Ganon. Em The Adventure of Link, é Impa que traz Link para o Castelo do Norte e conta a história da antiga maldição que colocou Zelda em um sono eterno.

A Impa de Ocarina of Time é uma sobrevivente da misteriosa raça Sheikah. Ela protege e cuida de Zelda, ensinando Zelda e Link a melodia ancestral conhecida informalmente como Canção de Ninar da Zelda, e foge do castelo com Zelda quando Ganondorf ameaça a Princesa em sua tentativa de entrar no Reino Sagrado. Impa então ensina Zelda os caminhos dos Sheikah, permitindo que ela se esconde-se em plena vista por sete anos, enquanto ela aguardava o retorno de Link. Impa eventualmente é revelada como a Sábia das Sombras, que deve proteger o Templo das Sombras. Zelda também mostrou se importar com Impa, mesmo em seu disfarce, perecendo estar incomodada com a possibilidade de Impa estar em perigo.

Nos jogos Oracle, Impa é uma agente de Zelda, enviada para as terras de Holodrum e Labrynna para trazer os Oráculos em segurança até Hyrule.

Em Skyward Sword, Impa protege Zelda de Ghirahim, seguindo ordens da deusa Hylia. Elas ficaram muito próximas, a ponto de elas chorarem ao se reunirem e também ao se despedirem após terem impedido o reinado de Demise.

Embora não tenha sido muita coisa revelada, Impa de A Link Between Worlds é aparentemente ama de Zelda.

Família

Artigo Principal: Família Real de Hyrule

Não se sabe muito sobre a família de Zelda; eles raramente são mencionados ou vistos nos jogos. O rei e o príncipe que estavam relacionados com Zelda em The Adventure of Link nunca foram sequer nomeados — as ações deles meramente fornecem uma explicação para Zelda e as condições da Triforce. Parece no entanto, que o rei confiava profundamente em sua filha, enquanto o príncipe, apesar de suas ações, se importava com sua irmã e ficou arrasado quando ele percebeu o que suas ações fizeram com ela. O retorno do Rei para o Castelo de Hyrule é visto brevemente na sequência final de A Link to the Past. A próxima vez que ouvimos falar de um parente real é a menção da jovem Zelda sobre seu pai em Ocarina of Time, mas esta é apenas uma pequena menção e ele não faz nenhuma aparição. Ele não parece levar tudo que ela fala a sério no entanto, o que causou sua queda na Linha do Tempo Adulta e a Linha do Tempo do Herói Caído.

Em The Wind Waker, as relações de Zelda (ou mais precisamente de Tetra) consistem de uma mãe falecida, que anteriormente liderou um bando de piratas, e um antigo ancestral que muitas vezes toma a forma de um barco falante. Os piratas da tripulação de Tetra respeitam profundamente a sua capitã e agem como uma família substituta para ela. Também foi confirmado em Spirit Tracks que a Tetra é a avó de Zelda no script Japonês. Foi ela quem ensinou Zelda sobre os Lokomos. Também é sugerido na Linha do Tempo do Herói Caído que os Sete Sábios em Ocarina of Time são os ancestrais das donzelas e sábios em A Link Between Worlds. Outra relação importante é mostrada com o Rei Daltus, o pai de Zelda em The Minish Cap. Quando Zelda é transformado em pedra, ele está desesperado para encontrar uma maneira de salvá-la. A missão para resgatar Zelda também requer que Link se comunique com o espírito de outro antepassado real dela, o Rei Gustaf.

Sete Donzelas

As Sete Donzelas a respeitam como a princesa de Hyrule e estavam preocupados com sua segurança. Elas imploraram que Link salvasse Zelda do mal ameaçando Hyrule e as pessoas. Elas também combinaram seus poderes com Zelda para ajudar Link em sua batalha com seus inimigos.

Sete Sábios

Bastante similar as Sete Donzelas em termos de suas relações com Zelda, os Sete Sábios de Ocarina of Time parecem vê-la como uma líder. Zelda como Sheik pediu para Link salvá-los, a ponto de, por vezes, se envolver diretamente. Não se sabe se eles tem conhecimento da verdadeira identidade dela como Zelda, especialmente devido à alegação de Ruto sobre ela. Não se sabe o que os Sete Sábios de A Link Between Worlds acham de Zelda, já que eles não interagem com ela.

Lokomos

Por eles terem um bom relacionamento com Tetra, eles também rapidamente se tornaram amigos de sua neta Zelda quando ela pediu a ajuda deles. Eles também podiam, por alguma razão inexplicável, vê-la mesmo em sua forma de espírito. Eles também afirmaram as semelhanças de Zelda com Tetra, a quem eles consideravam uma pessoa inteligente. Até mesmo Byrne ficou movido pelas palavras de Zelda, já que ele se sacrificou para salvar Nova Hyrule, apesar de suas intenções iniciais. Link e Zelda, por sua vez, ficaram aliviados ao saber que Byrne não estava realmente morto. Os Lokomos pediram a dupla vigiar a terra no lugar deles, mostrando que eles confiavam em seus aliados Hylianos.

Midna

Inicialmente bastante hostil e condescendente para com Zelda, a relação delas não era estável no início. Ela chegou a se referir a Zelda como a "Princesa do Crepúsculo", provavelmente como uma forma de zombar dela e do estado em que Hyrule se encontrava. Porém isso mudou, quando Zelda aparentemente se sacrificou para salvar a vida de Midna. Isso fez com que Midna tivesse mais respeitoso e se importasse mais com os outros.

Durante batalha deles com Ganon, foi Midna quem livrou completamente Zelda da influência de Ganon. Ela então enviou Link e Zelda para longe, com a intenção de se sacrificar para atacar Ganon, mostrando que ela realmente se preocupava com eles. Após a batalha terminado com a derrota de Ganon, Midna foi revivida, o que tranquilizou Link e Zelda. Durante a despedida deles, Midna afirmou a Zelda que "suas palavras são gentis, e seu coração é verdadeiro", enquanto ela destruía o Espelho do Crepúsculo.

Fi

Foi demonstrado que Fi respeita Zelda, da mesma maneira que ela respeita Link. Ela também se preocupou com a segurança de Zelda, assim como Link, como mostrado ao longo da aventura. Quando conversou com Zelda, Fi inicialmente a chamou de "Hylia, Sua Graça" antes de perguntar se ela preferia ser chamada de Zelda. Logo após, Fi afirmou que estava feliz de saber que Zelda estava em boas mãos.

Quando chegou o momento de Link colocar a Espada Mestra de volta em seu pedestal, o que foi dito que colocaria Fi em um "sono eterno", Zelda (a qual estava aparentemente triste) incentivou Link a fazer isso.

Etimologia

Shigeru Miyamoto declarou que o nome de Zelda foi inspirado por Zelda Fitzgerald. O nome Zelda, o qual geralmente se acredita ser de origem Germânica, significa "donzela combatente cinzenta" ou "mulher guerreira", derivado do Alemão Antigo Griselda ("batalha sombria").[6] Outra possível origem é da palavra do Inglês Antigo selde ("companheira").[7] Além disso, é um nome Iídiche que significa "felicidade" ou "sorte".

É interessante notar que o nome de Zelda pode ser associado com a quarta letra do alfabeto grego, delta, que tem a forma triangular como a Triforce: no Dhimotiki (Grego moderno) a palavra para δέλτα (delta ) é dhelda (pronuncia-se AFI /ðel.da/), que é normalmente transliterada para katakana como zeruda.

Galeria

Referências

  1. Uma entrevista com Eiji Aonuma, o diretor de Ocarina of Time, Majora's Mask, The Wind Waker e Twilight Princess:
    Entrevistador: Temos recebido vários e-mails em que nossos leitores perguntam: Irão Zelda e Link alguma vez estar envolvidos (romanticamente)? [risos] Eu sinto muito, mas tivemos que perguntar.
    Eiji Aonuma: [risos] Boa pergunta. Bem, como você já sabe, agora estamos lidando com um Link adolescente, e como você sabe, os adolescentes são seres muito emocionais, então há definitivamente possibilidades de vermos Link mostrando seus sentimentos para com a princesa. Mas, honestamente, não sabemos o que o futuro nos reserva.
  2. Uma entrevista com Shigeru Miyamoto, conduzida por Famimaga 64:
    Entrevistador: O Link tem uma namorada?
    Miyamoto: Se fosse a Princesa Zelda, seria ótimo. No entanto, desta vez Navi [a fada] está com ciúmes de Zelda. Então, dentro da história, Navi sente algo por Link.
  3. Sharp: GYAAAAH! ESTOU MORTO OUTRA VEZ! O Quê? Você novamente? De alguma forma, você me lembra da... Princesa Zelda... Hmm... Já que você pode ter alguma ligação com a Família Real, vou te contar um pouco mais do nosso conto.
  4. Impa: A canção que eu acabei de o ensinar tem poder misterioso. Somente membros da Família Real estão autorizados a aprender esta canção. Lembre-se, ela vai ajudar você a provar a sua conexão com a Ramília Real.
  5. Zelda: Qual é o seu nome? Link: ...Link... Zelda: Estranho, me parece... familiar.
  6. http://www.thinkbabynames.com/meaning/0/Griselda
  7. http://www.babynamewizard.com/namipedia/girl/zelda

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória